Sufrágio

15 de fev de 2011

A sagrada Escritura.

A oração pelos mortos e a existência de um lugar de expiação, claramente se encontram afirmadas nos livros santos. Recordamos o texto do livro segundo os Macabeus (12-43-36) .
"Naqueles dias, o varão forte chamado Judas, havendo feito um peditório, recolheu a quantia de doze mil dracmas, que enviou para Jerusalém, para ser oferecido um sacrifício pelos pecados dos mortos; pois ele possuía bons e religiosos sentimentos acerca da ressurreição (e, com efeito, se ele não esperasse que aqueles que haviam sucumbido ressuscitassem um dia, teria pensado que era vão e supérfluo orar pelos mortos). Assim, ele acreditava que uma abundante misericórdia estava reservada para aqueles que morressem piedosamente ; pois, na verdade, é um santo e salutar pensamento orar, pelos mortos, para que sejam livres dos seus pecados."
Que se conclui do texto sagrado? Há um lugar de expiação e podemos orar pelos mortos, pois é santo e salutar este pensamento. E o Evangelho? Algum texto deste livro de todos o mais sagrado, prova a existência do Purgatório? Sim, segundo os mais autorizados comentadores e santos Padres, este ponto da nossa fé não deixou de ser afirmado por Nosso Senhor. ("Aquele que blasfemar contra o Espírito Santo, diz Jesus, não será perdoado nem neste mundo nem no outro".) Logo, há pecados que são perdoados no outro mundo, isto é, são expiados no Purgatório.
"Não hesites em fazer as pazes com teu adversário. diz Jesus, enquanto estiveres em caminho com ele, para que não vá te entregar ao oficial da justiça e sejas lançado no cárcere. Em verdade te digo, dai não sairás enquanto não houveres pago o último ceitil."
Esta palavras nos indicam a existência na vida futura de um lugar onde se pagam as dívidas morais, isto é, o Purgatório.
O apóstolo dos gentios diz que aqueles que misturaram nas obras de Deus as preocupações do amor próprio, serão salvos, mas passando pelo fogo.
Notai bem: serão salvos. Portanto, não serão condenados ao inferno, mas passarão pelo fogo, isto é, hão de sofrer e se purificar. Eis o Purgatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário