Sufrágio

16 de jul de 2011

O Privilégio Sabatino.

Se os Santos podem consolar as almas do Purgatório, imaginemos como o pode fazer Maria Santíssima, que sempre é uma Mãe amorosa. Lemos nas revelações dos Santos que o sábado, dia dedicado à Virgem, é dia de festa no Purgatório, porque a Mãe da Misericórdia desce àquele penoso cárcere para visitar e consolar seus filhos e filhas. Em Virtude do privilégio sabatino, aqueles que usam o escapulário da Virgem do Carmo e cumpriram as condições requeridas, são liberadas do Purgatório no primeiro sábado depois de sua morte.
Nas festas de Maria e, em especial na Assunção, a Virgem Santíssima desce ao Purgatório e libera uma multidão de almas.
Isto é testemunhado por São Pedro Damião e o confirma a seguinte narração:
Sendo piedoso costume do povo romano visitar as igrejas com círios na mão durante a noite da vigília da Assunção, sucedeu que uma nobre senhora, enquanto estava ajoelhada na Basílica de Santa Maria, com grande supresa vê aparecer, diante dela, uma mulher que conhecia bem e que tinha morrido naquele mesmo ano. Foi esperá-la à porta da igreja e ao vê-la sair, tomou-a pela mão e levando-a à parte, lhe perguntou: " não é você minha madrinha Marozia, que me levou à pia batismal? "
- "Sim, respondeu a falecida. Sou eu mesma."
- "Como é que você se encontra entre vivos se já faleceu há vários meses? E que lhe aconteceu na outra vida?"
- "Ate hoje, respondeu a alma, fiquei mergulhada em um fogo ardente por muitos pecados de vaidade que cometi em minha juventude, mas no dia desta grande solenidade, a Rainha dos Céus, descendo em meios às chamas do Purgatório, libertou-me junto com muitas almas, para nos levar ao Céu no dia de sua Assunção. Todo ano, a Divina Senhora renova este milagre de misericórdia e o número de almas que ela liberta desta maneira se iguala ao da população de Roma ( naquele tempo Roma contava com cerca de 200.000 habitantes ). Em reconhecimento a esta graça, nós nos recolhemos, nesta noite, nos Santúarios consagrados a Ela e, se teus olhos vêem só a mim, não estou sozinha, somos uma grande multidão."
Vendo que a afilhada permanecia atônica, completa: "Como prova da verdade do que lhe disse, lhe anuncio que morrerá daqui a um ano, nesta mesma festa."
São Pedro Damião conta que a piedosa senhora depois de um ano, no qual aproveitou para exercitar muitas virtudes e preparar-se dignamente para a morte, caiu doente em véspera da Assunção, morreu no dia da festa, tal como o havia predito sua madrinha.
( texto tirado do livro O Purgatório 
A Última das Misericórdias de Deus. 
O autor Padre Dolindo Ruotolo, Franciscano da Ordem Terceira.)


Nossa Senhora do Carmo, Rogai por nós!
Viva Nossa Senhora do Carmo!
Vivas! Vivas! Vivas!

3 comentários:

  1. Viva!
    Gosto muito dos seus Blogs,
    estou sempre passando por aqui.
    Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  2. A partir de agora , vou fazer vigília em orações à noite que antecede o dia 15 de Agosto!

    ResponderExcluir