Sufrágio

11 de out de 2010

A Comunhão mensal pelas almas do Purgatório.



Sejamos práticos. Precisamos socorrer os mortos e santificar nossa alma.
A sagrada Eucaristia é nosso tesouro da terra e é nossa, nosso alimento, o sacramento dos vivos, dos que peregrinamos por esta vida em demanda da eternidade.
Para nosso proveito espiritual , e, em sufrágio das almas, vamos comungar com mais frequencia.
A Comunhão mensal pelas almas não seria um incentivo poderoso para a nossa vida espiritual e um grande alívio para os mortos?
É célebre a sentença do Papa Alexandre VI; " Todo o que reza, e muito mais ainda quem comunga pelas almas detidas no purgatório, com o desejo de aliviá-las, as obriga à gratidão e remuneração".
A prática da Comunhão mensal pelos fiéis defuntos é muito antiga. Em algumas regiões é muito concorrida e produz frutos maravilhosos.
Começou este piedoso costume em roma, no pontificado do Papa Paulo V, que se mostrou muito favorável a ela e ele mesmo a pôs em pratica, na Cidade Eterna, com frutos surpeendentes.
Era incrível como os fiéis afluíam às igrejas cada mês para sufragar seus mortos queridos pela santa Comunhão. Os sucessores de Paulo V continuaram a devoção que se desenvolveu tanto a ponto de só em Roma se verem num dia trinta mil comunhões pelas almas.
A prática passou de Roma para outras cidades da Itália, depois para a França e muitos países europeus.
Ora, entre nós, onde o povo é tão devoto das almas do purgatório, por que não sé há de generalizar o dia da Comunhão mensal pelas almas?
Cada Comunidade religiosa, cada paróquia deveria ter seu dia mensal das almas.
O dia da Comunhão pelas almas.
De preferência deveria se escolher uma segunda-feira, quanto possível. Nas paróquias talvez um dos domingos, para favorecer o povo.
Oh! quem nos dera tivéssemos cada mês, um dia dos mortos, um dia para as santas almas!
Missa, Comunhão geral, sufrágios e orações pelos mortos!
Entretanto, se esta prática não se faz coletivamente,que nos impede fazê-la em particular, e estimular outros a fazerem o mesmo?
Sejamos apóstolo da Comunhão mensal pelos defuntos. Vamos à Mesa santa levar algum refrigério ao purgatório, pelas nossas orações e sacrifícios em união com Jesus Hóstia.
Dizer com Jesus no coração: "Dai-lhes, Senhor o descanso eterno e brilhe para elas a perpétua luz!
Oferecer o Sangue Preciosíssimo de Jesus ao Eterno Pai, para o alívio das santas almas!
Não podemos fazer tudo isto numa Comunhão?
Há pessoas piedosa e compassivas que oferecem cada segunda-feira uma Comunhão pelas almas.
É a Comunhão semanal pelos fiéis defuntos.
Tanto melhor. De vez em quanto novenas de Comunhões pelas almas.
Como fazem bem a nós e às pobres almas, esta práticas tão edificantes e de tão grande valor!
Façamos o uso da Comunhão por nossos mortos.
Propaguemos o uso da Comunhão mensal pelas almas!

Um comentário:

  1. Bom dia paz e Bem obrigado por esse artigo maravilhoso, pode me esclarecer uma dúvida? Posso em todas as missas que eu for oferecer a minha comunhão a Deus em Sufrágio das almas? Nesse caso a comunhão não fica para meu beneficio próprio né Faz algum tempo que comecei a oferecer todas as sagradas comunhões para as benditas almas e comecei a ficar doente então pensei será porque não estou me fortalecendo do corpo de Cristo? Pode me orientar por favor

    ResponderExcluir